Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

tvPRIME

Programação da 11.ª Festa do Cinema Italiano, que arranca hoje em diversos pontos do país

11-festa-cinema-italiano-banner.jpg

 

A 11.ª edição da Festa do Cinema Italiano arranca hoje, em diversas cidades do país. Por esse motivo, deixamos um resumo da programação que poderá ver.

 

PANORAMA

Filme de Abertura

As antestreias do festival são sete e uma delas é o filme de abertura, 'Sicilian Ghost Story', de Fabio Grassadonia e Antonio Piazza. Filme de abertura da Semaine de la Critique no Festival de Cannes 2017, 'Sicilian Ghost Story'é o novo trabalho surpreendente da dupla de realizadores que ganhou o Grande Prémio em 2013 da mesma secção com 'Salvo' (exibido na Festa do Cinema Italiano, em 2014). Um conto fantástico inspirado por um caso que chocou a opinião pública italiana nos anos 90. Uma fábula romântica no mundo implacável da máfia italiana.

 

Filme de Encerramento

Para o encerramento está reservado 'The Place'

 

Também na secção Panorama, dedicada às mais recentes obras de grandes autores italianos, temos 'Nico, 1988', de Susanna Nicchiarelli. Uma antestreia em Portugal que conquistou o prémio de Melhor Filme da secção Orizzonti no último festival de Veneza. Trata-se de um biopic sobre a vocalista dos Velvet Underground e musa de Andy Warhol, durante um período em que menos a conhecemos: o seu trabalho a solo e o período de escuridão e decadência na última fase da sua vida, os últimos concertos quando andou em tour pela Europa de Leste, antes da queda do muro de Berlim. No filme, Nico é interpretada pela cantora e atriz dinamarquesa Trine Dyrholm. Com distribuição Il Sorpasso, a estreia está prevista para Junho.

 

'Fortunata', de Sergio Castellitto, estreou no festival de Cannes, e onde a protagonista, Jasmine Trinca, recebeu o prémio de melhor atriz, interpretando Fortunata, uma mulher com uma vida difícil, uma filha de oito anos e um casamento fracassado. 'Ella & John – The Leisure Seeker', de Paolo Virzì, marca a estreia do realizador em filmes em língua inglesa, protagonizado por Helen Mirren e Donald Sutherland. Baseado no romance 'The Leisure Seeker', de Michael Zadoorian, o casal Ella & John leva-nos numa viagem de carrinha quando, aos 80 anos, decidem escapar dos cuidados médicos para irem de Boston até Key West, onde está a casa-museu de Ernest Hemingway, ídolo de John.

 

Netflix proibido de competir no Festival de Cannes

netflix-cannes.jpg

 

De acordo com a notícia avançada pelo The Hollywood Reporter, o serviço de streaming Netflix está proibido de competir nas próximas edições do Festival de Cannes.

 

Theirry Fremaux, o responsável do Festival, disse na semana passada que esta proibição se deve à recusa do serviço de streaming em lançar os seus filmes nas salas de cinema, escolhendo estreá-los somente no seu site. Excepcionalmente o serviço estreia alguns filmes nos cinemas, mas disponibiliza-os ao mesmo tempo em streaming.

 

Na última edição do Festival, 'Okja' e 'The Meyerowitz Stories' estiveram em competição, o que gerou inúmeros protestos por parte de cineastas franceses. Fremaux tentou convencer a Netflix a estrear os filmes nos cinemas, mas a recusa persistiu.

 

A partir da edição deste ano, que terá lugar em Maio, os filmes em competição devem ter uma data de estreia em França. A Netflix pode exibir os seus filmes, mas não poderão ser eligíveis para a Palma de Ouro, um dos prémios mais prestigiados do mundo do cinema.

 

Festival FESTin 2018 arranca amanhã no cinema São Jorge em Lisboa.

festin-2018-banner.jpg

 

A 9ª edição do Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa (FESTin) arranca amanhã, 27 de Fevereiro, e decorre até 6 de Março no cinema São Jorge em Lisboa.

 

'Como Nossos Pais', de Laís Bodanzky, é o filme de abertura desta edição. Uma narrativa intensa com forte acento no feminino, estreou no Festival de Berlim e foi um dos grandes eventos cinematográficos do Brasil no ano passado. A estreia comercial dá-se a 15 de Março, através da Alambique. A sessão de encerramento será com 'As Duas Irenes', outro filme estreado no Festival de Berlim, que apresenta uma visão poética da adolescência.

 

O cinema português está representado por 'Aparição', de Fernando Vendrell, que se inspira na obra literária de Vergílio Ferreira para fazer um retrato do interior de Portugal nos anos 50.

 

A Competição de Longas de Ficção trás duas coproduções entre Portugal e o Brasil. 'Praça Paris', onde seguimos uma psicóloga que acaba por sucumbir ao “stress” ao lidar com as histórias da moradora de uma favela do Rio de Janeiro. 'Vazante' mergulha no passado colonial comum entre os dois países para trazer um duro retrato do período esclavagista.

 

A Competição principal conta com uma série de filmes estreados em Sundance ('Não Devore Meu Coração'), Berlim ('Como Nossos Pais', 'As Duas Irenes', 'Mulher do Pai', 'Vazante') e Festival do Rio ('Açúcar', 'Praça Paris', 'Redemoinho').

 

A actriz Joana de Verona e actor José de Abreu, um dos intérpretes mais carismáticos das telenovelas brasileiras, estão entre os convidados especiais. Para além destes, destacam-se também o actor José de Abreu, que vem ao FESTin promover 'Antes que Eu me Esqueça', que protagoniza, o responsável pela Comunicação do papa Francisco, Dario Edoardo Viganò, o crítico Pablo Villaça, que profere uma “masterclass” sobre Crítica Cinematográfica e vários actores e realizadores.

 

A programação completa do festival pode ser consultada em www.festin-festival.com

 

Festival de Sundance 2018 – 'The Miseducation of Cameron Post' e 'Kailash' vencem Prémios do Grande Júri

miseducation-of-cameron-post-sundance2018-banner.j

 

Ontem foram anunciados os vencedores do Festival de Sundance 2018.

 

Destaque para 'The Miseducation of Cameron Post' que venceu o Grande Prémio do Júri Drama; Sara Colangelo pelo Prémio de Realização por 'The Kindergarten Teacher'; 'Kailash' pelo Grande Prémio do Júri Documentário; e Benjamin Dickey que levou o Prémio Especial do Júri pela sua interpretação em 'Blaze'.

 

Segue-se a lista completa dos vencedores:

 

DRAMA (E.U.A.)

Grande Prémio do Júri
'The Miseducation of Cameron Post'

 

Melhor Realizador
Sara Colangelo – 'The Kindergarten Teacher'

 

Melhor Argumento
Christina Choe – 'Nancy'

 

Festival KINO 2018 arranca esta quinta-feira em Lisboa

kino-2018-banner.jpg

 

Na próxima quinta-feira, dia 18 de Janeiro, o Cinema São Jorge, em Lisboa, acolhe a abertura da 15.ª edição da KINO - Mostra de Cinema de Expressão Alemã, dando a conhecer algumas das novas produções cinematográficas da Alemanha, Áustria, Suíça e Luxemburgo. A programação deste ano conta com 14 longas-metragens, oito documentários e uma sessão especial para famílias.

 

A sessão de abertura conta com o primeiro filme de Josef Hader, 'Wild Mouse', que conta a história de um famoso crítico de música que ao ver-se desempregado devido a cortes orçamentais, decide vingar-se do seu antigo editor e acaba por perder o controlo da situação.

 

Na Mostra Principal teremos 'Herbert', de Thomas Stuber, a história dramática de um pugilista profissional que se vê confrontado com uma doença incurável do sistema nervoso motor, ou 'Dezassete', uma visão simultaneamente suave e selvagem da adolescência pela jovem realizadora austríaca Monja Art.

 

A secção KINOdoc conta com 'Beuys', de Andres Veiel, bem como dois filmes dedicados à cena musical alemã: 'Se penso na Alemanha à noite', de Romuald Karmakar, e 'B-Movie: Lust & Sound in West-Berlin', de Jörg A. Hoppe, Klaus Maeck e Heiko Lange.

 

A sessão de encerramento tem lugar no dia 24 de Janeiro, com a antestreia de 'A Ordem Divina', de Petra Biondina Volpe, que conta a história da luta pelo direito ao voto feminino na Suíça dos anos 70. Através da perspetiva de uma dona de casa numa vila remota do país, o espectador é convidado a olhar para este movimento histórico quando um pouco por todo o mundo continua a ser essencial pensar, debater e agir sobre as questões de igualdade de género.

 

Cate Blanchett será a Presidente do Júri do Festival de Cannes 2018

cate-blanchett-banner.jpg

 

A actriz australiana Cate Blanchett será a Presidente do Júri da 71.ª edição do Festival de Cannes, que vai ter lugar de 8 a 18 de Maio de 2018.

 

Blanchett segue as pegadas de Pedro Almodóvar, que foi o Presidente do Júri da 70.ª edição, e que atribuiu a Palma de Ouro ao filme 'The Square', do realizador sueco Ruben Östlund.

 

O Presidente do Festival de Cannes, Pierre Lescure, e o Delegado Geral Thierry Frémaux, disseram ter escolhido a actriz para Presidente do Júri devido ao seu talento raro e a uma convicção que enriquece tanto os ecrãs como os palcos.

 

Antes de Blanchett, as mulheres que presidiram o júri deste festival foram Olivia de Havilland em 1965, Sofia Loren em 1966, Michèle Morgan em 1971, Ingrid Bergman em 1973, Jeanne Moreau em 1975 e 1995, Françoise Sagan em 1979, Isabelle Adjani em 1997, Liv Ullmann em 2001, Isabelle Huppert em 2009 e Jane Campion em 2014.

 

Ciclo de cinema dedicado ao medo arranca hoje na Cinemateca Portuguesa

psycho-cinemateca-banner.jpg

 

Cinemateca Portuguesa arranca este ano de 2018 com um ciclo de cinema dedicado ao medo. Durante o mês de Janeiro vão ser projectados cerca de 40 filmes que atravessam todo o século XX, desde o cinema de autor aos blockbusters.

 

Este ciclo arranca hoje, 3 de Janeiro, com 'L’Arrivée d’un Train en Gare de la Ciotat', um dos filmes iniciais dos irmãos Lumière, que se diz ter causado nos seus espectadores um pânico incontrolado, devido à imagem do comboio a avançar em direcção à plateia. Um evento que associa o cinema, desde o primeiro momento, a uma emoção primordial: a experiência do medo. A sessão de abertura fica completa com o clássico de Hitchcock, 'Psico'.

 

Outras das propostas são 'Suspiria', de Dario Argento; 'Massacre no Texas', de Tobe Hooper; 'Alien, O Oitavo Passageiro', de Ridley Scott; 'Tubarão', de Steven Spielberg; 'Shining', de Stanley Kubrick; 'Un Chien Andalou', de Luís Buñuel; 'Vampyr', de Carl Dreyer; 'Viver no Medo', de Akira Kurosawa; 'Uma Voz na Escuridão', de Blake Edwards; 'A Caça', de Manoel de Oliveira; 'A Branca de Neve e os Sete Anões', primeira longa-metragem de animação da história do cinema; entre muitos outros.

 

Para mais informações, consulte a página oficial da Cinemateca Portuguesa.

 

Filme português 'Thursday Night' seleccionado para o Festival de Sundance 2018

thursday-night-motelx-banner.jpg

 

A curta-metragem portuguesa 'Thursday Night', de Gonçalo Almeida, está selecionada para a competição de curtas-metragens do Festival de Sundance 2018, o maior festival de cinema independente norte-americano e um dos mais prestigiados do mundo.

 

Inspirada no álbum 'Thursday Afternoon' (1985), de Brian Eno, a curta-metragem é um thriller fantástico protagonizado por duas cadelas: a dócil Bimbo que uma noite recebe a visita da misteriosa Dakota para lhe entregar uma mensagem.

 

Esta tem marcado presença em vários festivais de cinema no estrangeiro e em Portugal. O filme venceu o prémio de Melhor Curta-Metragem Portuguesa na última edição do MOTELX - Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa e o prémio de Melhor Realizador na secção Horror Shorts do Fantastic Fest, Austin, Texas.

 

O Festival de Cinema de Sundance decorre entre os dias 18 e 28 de janeiro de 2018 em Park City, no Utah.

 

Selecção Oficial do Festival de Sundance 2018

sundance-film-festival-banner.jpg

 


A Seleccção Oficial do Festival de Sundance 2018 foi disponibilizada. Este ano o festival conta com um total de 110 filmes, inseridos em 9 categorias.

 

O Festival de Sundance decorre de 18 a 28 de Janeiro de 2018. Para mais informações, visite o site oficial.

 

COMPETIÇÃO DRAMA (E.U.A)
'American Animals', de Bart Layton
'Blaze', de Ethan Hawke
'Blindspotting', de Carlos Lopez Estrada
'Burden', de Andrew Heckler
'Eighth Grade', de Bo Burnham
'I Think We're Alone Now', de Reed Morano
'The Kindergarten Teacher', de Sara Colangelo
'Lizzie', de Craig William Macneill
'The Miseducation of Cameron Post', de Desiree Akhavan
'Monster', de Anthony Mandler
'Monsters and Men', de Reinaldo Marcus Green
'Nancy', de Christina Choe
'Sorry to Bother You', de Boots Riley
'The Tale', de Jennifer Fox
'Tyrel', de Sebastian Silva
'Wildlife', de Paul Dano

 

COMPETIÇÃO DOCUMENTÁRIO (E.U.A.)
'Bisbee '17', de Robert Greene
'Crime + Punishment', de Stephen Maing
'Dark Money', de Kimberly Reed
'The Devil We Know', de Stephanie Soechtig
'Hal', de Amy Scott
'Hale County This Morning, This Evening', de RaMell Ross
'Inventing Tomorrow', de Laura Nix
'Kailash', de Derek Doneen
'Kusama - Infinity', de Heather Lenz
'The Last Race', de Michael Dweck
'Minding the Gap', de Bing Liu
'On Her Shoulders', de Alexandria Bombach
'The Price of Everything', de Nathaniel Kahn
'Seeing Allred', de Sophie Sartain e Roberta Grossman
'The Sentence', de Rudy Valdez
'Three Identical Strangers', de Tim Wardle

 

Os vencedores do Lisbon & Sintra Film Festival 2017

leffest-2017-banner.jpg

 

O final do festival é marcado pela entrega de prémios aos filmes vencedores do Lisbon & Sintra Film Festival.

 

O filme russo 'Tesnota', de Kantemir Balagov, foi o grande vencedor da 11ª edição do LEFFEST, arrecadando o Prémio de Melhor Filme e o Prémio Revelação TAP, pela prestação da actriz Olga Dragunova. 'Cocote', de Nelson Carlo de los Santos Arias, recebeu o Prémio Especial do Júri.

 

O júri desta edição do Lisbon & Sintra Film Festival, composto por David Cronenberg, Ildikó Enyedi, Hanan Al-Shaykh, Momo Kodama e Ersi Sotiropoulos, atribuiu os seguintes prémios:

 

Prémio Melhor Filme Jaeger-LeCoultre
'Tesnota'

 

Prémio Especial do Júri "João Bénard da Costa"
'Cocote'

 

Prémio Revelação TAP – Melhor Actriz
Olga Dragunova – 'Tesnota'

 

Prémio NOS Melhor Filme - Escolha do Público
'Call Me by Your Name'

 

Prémio para a Melhor Curta-Metragem
'A Man, My Son'

 

Menções Honrosas
'Les Yeux Fermés'
'Heimat'