Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

tvPRIME

O que os críticos dizem de 'T2: Trainspotting'

t2-trainspotting-banner.jpg

 

A sequela do filme de culto 'Trainspotting' (1996) está prestes a estrear – em Portugal a estreia está prevista para 23 de Fevereiro.

 

As primeiras críticas começam agora a surgir online e, ao que parece, revelam opiniões bastante positivas.

 

The Telegraph

"O original 'Trainspotting' – T1, um nome que espero não ser usado para chamar este filme – foi lançado no Reino Unido há cerca de 21 anos atrás, e foi tão contagioso que se torna impossível de igualar. Talvez por ser um produto criado pela altura em que foi feito (ou vice-versa). Não há hipótese do seu sucessor igualar esse legado, mas também não o mancha. Apesar de se alimentar do seu precursor, esta sequela acaba por ter o seu próprio valor."

 

 

The Independent

"Danny Boyle descreveu 'Trainspotting' como o 'Star Wars Escocês'. Isso é acrescentar pressão em si mesmo, no que diz respeito a realizar a sequela. O que é deveras impressionante em T2, é como consegue manter-se fiél ao espirito do filme original, ao mesmo tempo que reconhece e aceita todas as mudanças que surgiram ao longo destes 20 anos.

 

 

Empire

Se o primeiro filme é sobre as alegrias de ser jovem – o hedonismo, os erros, a camaradagem – T2 é sobre as desilusões da idade adulta – as limitações, os remorsos, a necessidade de reconexão. O passado destes amigos está inextricavelmente interligado com o presente, sendo esta a pungência do filme. Boyle consegue de forma audaz criar um filme sombrio sobre a vida deste grupo de 40 e poucos anos. Mesmo assim, será isto que queremos de um 'Trainspotting'?

 

 

Digital Spy

"Apesar de ser um filme inegávelmente bem feito, cheio de gags visuais, slo-mo e edições que tentam recriar o talento do primeiro filme – existindo gags muito bem conseguidos, bem como comoventes momentos trágico-cómicos que o realizador Danny Boyle é particularmente bom – este dificilmente consegue atingir a euforia do original." 

 

 

The Guardian

'T2: Trainspotting' de Danny Boyle é tudo o que, de forma razoável, poderia esperar – assustador, engraçado, desesperadamente triste e visualmente próspero. O que começou como um quadro da marginalidade britânica dos anos 90, renasce agora como uma escabrosa e brutal comédia negra, sobre as desilusões e o medo da morte por parte destes homens de meia idade."

 

 

NME

Com uma palpitante banda sonora que nos traz novos sons como Wolf Alice e Young Fathers, e uma deslumbrante actualização do icónico discurso "Choose life" de Renton, Danny Boyle dá-nos um filme que desencadeia uma adrenalina quase tão satisfatória como a do filme original.