Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

tvPRIME

MOTELX 2017 – Destaques da programação e presença dos mestres Alejandro Jodorowsky e Roger Corman

motelx-2017-banner.jpg

 

O MOTELX – Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa apresentou ontem os principais destaques da programação da sua 11.ª edição, que decorre entre 5 e 10 de Setembro no Cinema São Jorge, no Teatro Tivoli BBVA e na Cinemateca Júnior (Palácio Foz).

 

Os dois mestres do terror com presença confirmada este ano são Alejandro Jodorowsky e Roger Corman. Jodorowsky criou ao longo dos anos um legado único no campo do surrealismo cinematográfico que atraiu a atenção de figuras como Salvador Dalí, John Lennon, Pink Floyd ou Orson Welles. Corman é um dos maiores cineastas e produtores independentes da história do cinema americano. Rebelde de Hollywood que a Academia reconheceu com um Óscar Honorário, com ele começaram nomes como Martin Scorsese, Jack Nicholson e Robert de Niro.

 

Na secção Serviço de Quarto destacam-se filmes como 'The Limehouse Golem' de Juan Carlos Medina, uma revisitação feminista do mito de Jack, o Estripador; 'Kuso', a proposta experimental do músico Flying Lotus que causou sensação no Festival de Sundance; 'El Bar', com o humor negro do mestre do terror espanhol Álex de la Iglesia; e o politicamente incorrecto '68 Kill' de Trent Haaga.

 

Este ano, o Festival associa-se à programação 'Passado e Presente – Lisboa, Capital Ibero-americana de Cultura' com 'O Estranho Mundo do Terror Latino', uma retrospectiva que propõe explorar a diversidade do cinema de género produzido na América do Sul e na Península Ibérica. A secção Quarto Perdido traz duas co-produções entre Portugal e Espanha entretanto esquecidas, 'Crime de Amor' (1971) e 'O Espírita' (1976), bem como uma sessão especial dedicada ao luso-brasileiro Jean Garrett, o artesão do cinema exploitation paulistano dos anos 70.

 

Para os mais novos, o MOTELX apresenta o filme de animação 'O Livro da Vida', produzido por Guillermo Del Toro. A proposta da secção infanto-juvenil Lobo Mau inclui ainda um peddy paper no Cinema São Jorge, um workshop de programação informática pela Academia de Código Júnior e sessões de curtas-metragens para toda a família na Cinemateca Júnior e no Museu Coleção Berardo.

 

De regresso está o Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa, que atribui 5000€ (mais 5000€ em serviços pós-produção na Kino Sound Studio) e um fim-de-semana de inspiração nos Hotéis Belver ao vencedor. O Prémio MOTELX – Melhor Longa de Terror Europeia e a competição Yorn microCURTAS também regressam nesta edição.

 

Como é habitual, os eventos paralelos também têm um lugar especial no decorrer dos seis dias do Festival. MOTELX LAB, MOTELquiz, a nostalgia das VHS Nights, workshops de caracterização, exposições, a apresentação do livro 'Os Melhores Contos de Edgar Allan Poe' e uma maratona de de escrita fora de horas, são as ofertas para esta 11.ª edição.